Medico verificando o batimento cardiaco com estetoscópio

Arritmia Cardíaca: saiba o que é

O que é arritmia?

Arritmia cardíaca é um distúrbio do coração caracterizado pelo descompasso dos batimentos cardíacos. O problema, no entanto, pode ser de batimentos acelerados (Taquicardia), ou de batimentos lentos (bradicardia).

O problema geralmente não é classificado como uma doença mas como uma consequência ou causa de outras doenças.

Qual valor é considerado normal para batimentos cardíacos?

Em média, batimentos de um adulto em repouso ficam em torno de 60 a 100 por minuto. Entretanto, o dia a dia do paciente interfere nesses valores (prática de exercícios, alimentação, uso de medicamentos e etc).

Quais são os sintomas da arritmia?

Sintomas comuns são batimentos acelerados ou lentos, peso ou dor no tórax, falta de ar, além de tontura, desmaio, palidez e sudorese.

Cuidado: palpitações acompanhadas de compressão, aperto no peito ou de perda de consciência são sinais mais graves. Procure seu médico imediatamente.

O que causa arritmia cardíaca?

Há diversas causa para arritmia, inclusive predisposições genéticas ou problemas de nascença. Entretanto, situações como diabetes, alcoolismo e pressão alta, contribuem para o surgimento de descompassos cardíacos.

Complicações da doença:

Caso o diagnóstico demore de ocorrer, é possível que o caso se agrave e traga ao paciente consequências irreversíveis. Os exames de rotina são importantes pois podem identificar além de muitas doenças, a arritmia cardíaca.

Como é realizado o diagnóstico?

O diagnóstico é realizado com auxilio de exames laboratoriais, os mais comuns são o eletrocardiograma e o teste ergométrico ( teste da esteira).

Qual é o tratamento para arritmia cardíaca?

O tratamento pode variar de medicamentos a cirurgias, dependendo, no entanto, do quadro clínico do paciente.

Quem tem arritmia pode realizar atividades físicas?

Dependendo do caso, sim, é possível que a pessoa realize atividades físicas. Todavia, é necessário que um médico analise todo o quadro do paciente para que esse seja liberado para se exercitar.