homem roncando

Ronco: todos merecem dormir

O que é o ronco?

Conhecemos como ronco, o “barulho” emitido durante o sono. O ronco passa a ser um problema real quando o barulho é intenso ou seguido de apneia.

Apesar de o paciente conseguir dormir normalmente com o seu próprio ronco, geralmente o parceiro ou pessoas que durmam próximas ao indivíduo tem seu sono prejudicado por conta do barulho alto.

Os ruídos do ronco ocorrem quando a passagem de ar é dificultada. O som em si, não traz problemas ao paciente, mas é preciso investigar sua causa e descartar a presença de apneia do sono (parada respiratória curta durante o sono).

Quais os sintomas?

O sintoma mais fácil de se identificar é o som produzido ao dormir (percebido geralmente pelo parceiro ou pessoas que durmam próximas ao paciente).

Todavia, a apneia pode apresentar sintomas como dores de cabeça, irritabilidade, fadiga e cansaço mesmo após dormir por horas seguidas.

O que causa o ronco?

O ronco pode ocorrer devido a flacidez dos músculos da garganta, desvio de septo, amídalas ou adenoides aumentadas, rinites, sinusites ou até mesmo como uma resposta do corpo ao envelhecer.

Assim como quase todas as doenças, há fatores de risco que aumentam as chances de desenvolver o ronco, dente ele é comum a obesidade, o refluxo, ingestão de bebidas alcoólicas e tabagismo.

Tratamentos:

Reeducação alimentar em conjunto com a prática de exercícios podem ser a chave o tratamento de diversas patologias, entretanto em casos mais graves é possível que o tratamento mais eficaz seja a cirurgia, em pacientes com apneia, pode ser utilizado o CPAP para dormir (aparelho que auxilia na respiração enquanto o paciente está dormindo).

Qual o especialista?

O otorrino é o especialista mais indicado, porém, dependendo da causa, a nutricionista também pode ajudar o paciente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>