Posso ter asma? Entenda a doença.

O que é asma?

Há no sistema respiratórias, diversas vias por onde o ar deve passar, uma dessas vias se chama bronquíolos, entretanto, uma vez que essa via se estreita dificultando a passagem de ar, temos a asma, ou seja, a há o bloqueio da passagem de ar nos pulmões.

A asma é uma condição grave, mas que nos dias de hoje pode ser facilmente controlada. Todavia, é necessário um diagnóstico antes que o quadro se complique e possa trazer prejuízos maiores ao paciente.

Se não tratada, as consequências da doença podem ser cada vez mais complexas.

Como ocorre o diagnóstico da doença?

De maneira geral o diagnóstico é feito sem necessidade de exames laboratoriais, porém, para isso, é necessário um estudo minucioso a respeito do histórico do paciente.

Procurar um profissional logo no início dos sintomas, no entanto, pode facilitar o diagnóstico.

Quais os principais sintomas?

A dificuldade de respirar é o sintoma mais característico, porém, sentimento de ansiedade e chiado no peito também são sintomas comuns.

Apesar de ser facilmente confundida com outras doenças, a asma é um quadro mais complexo que requer atenção.

O que causa a asma?

Não se sabe ao certo a causa da asma, porém, exposição a componentes alergênicos ou produtos químicos podem aumentar as chances de apresentar um quadro de asma.

Há alguns fatores de risco que podem aumentar as chances de se desenvolver algumas doenças, no caso da asma, entretanto, o fator de risco que mais é comum, é a obesidade

Qual o tratamento mais indicado?

O tratamento pode variar desde medicamentos orais até o uso contínuo das chamadas “bombinhas”.

Todo tratamento só pode ser indicado por um profissional. Não se automedique. Não siga tratamentos de outras pessoas.

Qual médico procurar?

Tanto o pediatra, como o clínico ou o geriatra estão aptos para tratar pacientes com asma.

O que pouco se sabe, é que o alergista é o especialista mais indicado para tratar essa doença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>