Homem com dor devido pedra nos rins

Pedra nos Rins: Dor e desconforto

O que é pedra nos rins?

Também conhecido como cálculo renal, é uma condição em que há formações cristalizadas nos rins ou nas vias urinárias.

Qual o tamanho das pedras?

Os tamanhos são variados, bem como os formatos.

Quais são os sintomas das pedras nos rins?

Geralmente a dor nos rins é o primeiro sintoma, todavia, é possível que o paciente observe um aumento na frequência urinária, desconforto ou ardência.

Em casos que a pedra é maior, é possível que saia sangue na urina.

O que causa pedra nos rins?

O grande acúmulo de cálcio ou outros sais na urina é a principal causa de cálculos, entretanto, desidratação e disfunções hormonais também podem causar pedras nos rins.

Você sabia? depois de ter um caso de pedra nos rins, existem 15% de chances de ter o problema novamente no ano seguinte, e até 70% em 10 anos.

Existem tratamentos?

Geralmente o tratamento é feito através de medicamentos que possam amenizar os sintomas das pedras até que essas sejam expelidas, porém, em casos mais graves (pedras maiores) podem ser realizadas cirurgias para remoção dos cálculos.

Como é a cirurgia?

O procedimento costuma ser rápido e não deixa cicatrizes. Em casos de pedra maiores de 1cm de diâmetro, o médico geralmente precisa “quebrar” a pedra em menores.

A cirurgia é realizada através do canal urinário.

Como é realizado o diagnóstico?

Para identificar cálculos, o paciente necessita realizar exames de Ultrassonografia.

Qual o médico responsável por tratar pedras nos rins?

O especialista é o urologista, sendo no entanto, o paciente homem ou mulher.

Quem pode ter cálculos renais?

Todos podem ter cálculos, mas estudos mostram que os casos mais comuns são em homens de 20 a 40 anos.

Beber água ajuda a evitar pedras nos rins?

Sim, a ingestão de líquidos evita a calcificação de pedras, contudo, em casos de disfunções hormonais, a água pode não ser suficiente.

Ingerir sódio em demasia pode aumentar as chances de calcificação?

Sim! Ingerir sódio aumenta as chances do paciente de ter cálculos, porém, ao contrário do que se pensa, a ingestão de cálcio não interfere diretamente no surgimento das pedras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>