Categorias
Fisiatria

Gota: sintomas e tratamentos

Também chamada de doença dos reis, a gota ocorre quando as articulações se inflamam, em decorrência da taxa de ácido úrico elevado no sangue.

O que é gota?

Também chamada de doença dos reis, ocorre quando as articulações se inflamam, em decorrência da taxa de ácido úrico elevado no sangue.

Gota primária

Causada por um erro no metabolismo, é a forma mais comum do problema, pode ser uma consequência da hiperprodução de ácido úrico ou por um defeito na excreção do urato.

Gota secundária

Surge juntamente com a evolução de outras doenças como a leucemia, linfomas, psoríase etc. Surgem também com o uso de medicamentos como diuréticos ou quimioterápicos.

Gota aguda

A fase aguda do problema, se apresenta em forma de dor súbita, e geralmente acomete os dedos dos pés. Durante essa crise, o paciente pode apresentar febre e calafrios.

Gota no período intercrítico

Essa fase, no entanto, se caracteriza por um período assintomático do problema, sendo que, esse período pode durar de seis messes até 10 anos.

Gota crônica

Caracterizada por longos períodos de dor, é responsável por causar deformidades e por limitar a mobilidade do paciente.

O que causa a gota?

Quando uma grande quantidade de ácido úrico se acumula ao redor de uma articulação, cristais são formados. Esses cristais causam inchaço e inflamação.

Alguns fatores de risco como a ingestão excessiva de álcool, hipertensão e diabetes, contribuem para o surgimento da doença.

Além disso, observado também que homens apresentam o quadro consideravelmente com mais frequência do que mulheres.

Quais os sintomas da gota?

Os sintomas surgem de forma repentina, e vem geralmente em forma de dor, vermelhidão e inchaço da área afetada. Outro indício da doença, é o surgimento de caroços principalmente nas articulações.

Existe tratamento para gota?

Sim, existe tratamento e de maneira geral consiste em analgésicos para dor, até que se encontre uma maneira de regular o ácido do sangue.

Em casos mais graves, o médico responsável pode recorrer a tratamento cirúrgico, que tem como objetivo, devolver a mobilidade do paciente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *