homem em cadeira de rodas por conta de esclerose múltipla

Entenda a esclerose múltipla

O que é esclerose múltipla?

A esclerose múltipla é uma doença autoimune que é caracterizada por uma disfunção do sistema imunológico que passa a “atacar” o próprio corpo, causando assim lesões.

Para que haja o bom funcionamento do sistema nervoso do corpo e consequentemente dos movimentos, é necessária uma comunicação efetiva entre o cérebro e a medula espinhal.

Pacientes com esclerose, possuem essa comunicação “falhada”, ou seja, as lesões interferem na passagem de dados entre os órgãos do sistema nervoso central.

O que causa a esclerose?

As causas ainda não são conhecidas, todavia, estudos mostram que a predisposição genética atua como um fator de risco.

Quais os sintomas mais comuns da esclerose?

Por se tratar de uma doença autoimune, não há uma regra para os sintomas, sendo então cada caso único.

Contudo, sabe-se que apresentar visão turva, formigamentos, perda de força, dificuldade de equilíbrio e espasmos musculares, são muito comuns a maioria dos pacientes.

Ademais dos indícios citados, por acometer o cérebro, é possível que portadores da doença sofram com dificuldades cognitivas (concentração, fala, dificuldade de aprendizagem etc)

Qual especialista procurar para tratar a esclerose?

Apesar de diversos profissionais serem capacitados para tratar pacientes com essa doença, o fisiatra é um profissional que altamente qualificado para tratar a esclerose múltipla.

Mas existe cura para a esclerose?

A doença ainda não possui cura, todavia, há diversos tratamentos que auxiliam o paciente a controlar seus sintomas.

Convivendo com a esclerose:

Por não haver cura, é essencial manter um acompanhamento médico de qualidade. Mas ainda assim há procedimentos que ajudam o paciente em seu dia a dia.

Manter uma boa dieta, é talvez a mudança mais simples que garante um corpo nutrido e um peso saudável. A fisioterapia também se mostra efetiva nesses casos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>