enxaqueca menstrual

Enxaqueca menstrual

A enxaqueca é caracterizada pela dor intensa e latejante, que pode ocorrer em um lado da cabeça apenas ou em ambos. A dor pode vir acompanhada de sensibilidade a luz e cheiros, náuseas, formigamentos e tonturas, em alguns casos a dor na cabeça pode gerar dores em outras partes do corpo também.

A enxaqueca menstrual

A enxaqueca menstrual costuma ocorrer em até 2 dias antes do início da menstruação ou dois dias depois. O problema só é considerado quando as dores ocorrem com uma frequência mensal.

As crises de dor variam muito de mulher para mulher, por isso é interessante anotar quando os sintomas surgem e em qual intensidade, para que o especialista pode prescrever o melhor tratamento.

Outro fator variável é a idade com que o sintoma surge, há meninas que apresentam quadros de enxaqueca ainda na menarca (primeira menstruação), há aquelas que sentem dor quando próximas da menopausa ou em qualquer outro momento de vida.

Durante o ciclo menstrual, os hormônios da mulher alteram seus níveis e isso é a principal causa das dores de cabeça. Mulheres que possuem cistos, endometriose ou que possuem menstruação irregular, são mais propensas a ter enxaqueca.

Tratamento para enxaqueca menstrual

O uso de medicação para controle da dor, é geralmente prescrito pelo médico, contudo, esse tipo de medicação não é um método curativo, por isso as vezes é necessário fazer uso de anticoncepcionais hormonais do DIU para acabar com as dores. Procure um médico e conheça os possíveis tratamentos.

Qual médico procurar?

O diagnóstico e tratamento da enxaqueca menstrual, pode ser realizado em parceria de um neurologista com um ginecologista, uma vez que o primeiro trata da cefaleia, e o segundo dos quesitos hormonais da mulher.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>