Medicamento para infecção

Quais os indícios de uma infecção?

O que são infecções?

Infecções são respostas do organismo quando em contato com microrganismos causadores de doenças, ou seja, é uma resposta de que o corpo está sendo invadido por tecidos maléficos (vírus, bactérias, parasitas e etc.) 

Quais sintomas são mais comuns?

Os sintomas de infecções podem variar e as vezes nem aparecer, entretanto o surgimento de pus em feridas, febre e calafrios podem ser alertas do corpo. Geralmente são necessários exames laboratoriais para identificar infecções.

O que causa uma infeção?

  • bactérias,
  • fungos,
  • vírus,
  • parasitas.

Perguntas sobre a infecção urinária:

É verdade que a infecção urinária passa pelo uso do mesmo banheiro?

Não, pelo contrário, segurar a urina fora de casa pode ocasionar a infecção, diferente de ir a um banheiro público.

Tomar friagem pode causar uma infecção?

Mito, o problema da infecção está na diminuição da quantidade de água ingerida durante os períodos de frio, não na friagem em si.

Ingerir muitos líquidos ajuda a prevenir?

Sim, a pouca ingestão de líquidos (água), é uma das principais causadoras de problemas do trato urinário. Portanto, beber água regularmente de maneira correta, pode sim evitar uma infecção urinária.

Lavar-se muito é uma solução?

Não, tudo em excesso é ruim e com a higiene também ocorre o mesmo, portanto, lavar-se com água e sabão repetidas vezes no dia, pode trazer problemas a saúde, como não é uma solução.

Infecção ou inflamação?

A primeira é resultado de uma resposta á agentes externos, ou seja, microrganismos como vírus ou bactérias, já a segunda é uma reação do corpo quando há um corte ou pequeno trauma (não havendo necessidade de um agente externo ocasionar o problema).

Infecções geralmente requerem tratamento médico, enquanto inflamações, em suma, são mais fáceis de serem tratadas.

Qual o tratamento?

O tratamento varia de acordo com o grau e causa da infecção, entretanto é comum o uso de medicamentos nesse tipo de quadro clínico.

homem com infecção urinária

Mitos e verdades sobre a infecção do trato urinário

O que é?

Popularmente chamada de infecção urinária, é uma doença comum, que ocorre quando uma bactéria entra pela uretra e infeciona algum componente do trato urinário.

De maneira geral, a infecção se instala na uretra a princípio, e se não tratada, pode agravar o quadro e chegar aos rins.

A doença pode acometer pessoas de todas as idades e gêneros.

Quais são os sintomas?

Dor, desconforto ou ardência ao urinar, sensação de bexiga cheia são sintomas comuns, porém, sentir constantemente vontade de urinar também pode ser um indício.

O que causa essa infecção?

As causas da infecção podem variar, mas de forma geral, tudo o que facilita que a bactéria atinja a bexiga pode ser considerado um facilitador da doença.

O risco de cistite aumenta em pessoas que não fazem higiene adequada, são sexualmente ativas, usam diafragma, estão grávidas, estão com sistema imunológico baixo.

Ou ainda, pessoas que têm cálculo renal, próstata aumentada, ou fazem uso prolongado de cateteres urinários.

Como é realizado o diagnóstico?

O diagnóstico é feito após exame laboratorial de urina.

Como ocorre o tratamento?

O tratamento geralmente é feito através de antibióticos. Manter o corpo hidratado pode auxiliar no tratamento.

Existe um método preventivo?

A prevenção da doença pode ser feita com a ingestão de líquidos (água majoritariamente) de maneira correta.

Perguntas sobre a infecção urinária:

É verdade que a infecção urinária passa pelo uso do mesmo banheiro?

Não, pelo contrário, segurar a urina fora de casa pode ocasionar a infecção, diferente de ir a um banheiro público.

Tomar friagem pode causar uma infecção?

Mito, o problema da infecção está na diminuição da quantidade de água ingerida durante os períodos de frio, não na friagem em si.

Ingerir muitos líquidos ajuda a prevenir?

Sim, a pouca ingestão de líquidos (água), é uma das principais causadoras de problemas do trato urinário. Portanto, beber água regularmente de maneira correta, pode sim evitar uma infecção urinária.

Lavar-se muito é uma solução?

Não, tudo em excesso é ruim e com a higiene também ocorre o mesmo, portanto, lavar-se com água e sabão repetidas vezes no dia, pode trazer problemas a saúde, como não é uma solução.

Homem com dor devido pedra nos rins

Pedra nos Rins: Dor e desconforto

O que é?

Também conhecido como cálculo renal, é uma condição em que há formações cristalizadas nos rins ou nas vias urinárias.

Qual o tamanho das pedras?

Os tamanhos são variados, bem como os formatos.

Quais são os sintomas?

Geralmente a dor nos rins é o primeiro sintoma, todavia, é possível que o paciente observe um aumento na frequência urinária, desconforto ou ardência.

Em casos que a pedra é maior, é possível que saia sangue na urina.

O que causa pedra nos rins?

O grande acúmulo de cálcio ou outros sais na urina é a principal causa de cálculos, entretanto, desidratação e disfunções hormonais também podem causar pedras nos rins.

Existem tratamentos?

Geralmente o tratamento é feito através de medicamentos que possam amenizar os sintomas das pedras até que essas sejam expelidas, porém, em casos mais graves (pedras maiores) podem ser realizadas cirurgias para remoção dos cálculos.

Como é a cirurgia?

O procedimento costuma ser rápido e não deixa cicatrizes. Em casos de pedra maiores de 1cm de diâmetro, o médico geralmente precisa “quebrar” a pedra em menores.

A cirurgia é realizada através do canal urinário.

Como é realizado o diagnóstico?

Para identificar cálculos, o paciente necessita realizar exames de Ultrassonografia ou Ultrassom.

Qual o médico responsável por tratar pedras nos rins?

O especialista é o urologista, sendo no entanto, o paciente homem ou mulher.

Quem pode ter cálculos renais?

Todos podem ter cálculos, mas estudos mostram que os casos mais comuns são em homens de 20 a 40 anos.

Beber água ajuda a evitar pedras nos rins?

Sim, a ingestão de líquidos evita a calcificação de pedras, contudo, em casos de disfunções hormonais, a água pode não ser suficiente.

Ingerir sódio em demasia pode aumentar as chances de calcificação?

Sim! ingerir sódio aumenta as chances do paciente de ter cálculos, porém, ao contrário do que se pensa, a ingestão de cálcio não interfere na

Infecção Urinária

O que é
Também chamada de cistite, é uma doença comum – cerca de 80% das mulheres passam por ela ou terão esse problema em algum momento. O mal ocorre quando uma bactéria entra pelo canal da uretra e atinge a bexiga, infectando a urina e fazendo com que o órgão fique inflado. Isso provoca urgência na vontade de urinar, a todo momento.

Sintomas
Vontade frequente de ir ao banheiro, sensação de não esvaziamento total da bexiga, dor no canal urinário, dor na hora de urinar, pouca urina e de odor mais forte.

 Causas
As causas da cistite podem variar, mas de forma geral, tudo o que facilita que a bactéria atinja a bexiga pode ser considerado um facilitador da doença. O risco de cistite aumenta em pessoas que não fazem higiene adequada, são sexualmente ativas, usam diafragma, estão grávidas, estão com sistema imunológico baixo. Ou ainda, pessoas que têm cálculo renal, próstata aumentada, ou fazem uso prolongado de cateteres urinários. 

Tratamentos
Geralmente, antibióticos têm um bom resultado. O médico saberá qual a melhor indicação para cada caso. Se você tem cistites recorrentes, o profissional pode incluir no tratamento uma avaliação para investigar se há alguma anormalidade urológica causando as infecções.

Pedra nos Rins

O que é
Também chamada de cálculo renal, a doença acontece quando há formações cristalizadas nos rins ou nas vias urinárias, resultantes do acúmulo de cristais existentes na urina. Eles podem passar sem sintomas, mas geralmente provocam dor intensa que começa na região lombar e se espalha, atingindo o abdome, com fortes cólicas. Há um pico de dor intercalado por alívio, e às vezes náuseas e vômitos.

 Sintomas
Sangue na urina, bloqueio ou redução de fluxo urinário, necessidade mais frequente de urinar e infecções urinárias.

 Causas
A doença ocorre quando há volume insuficiente de urina, ou quando ela está cheia de sais. Pode também haver grande quantidade de cálcio, fosfatos, oxalatos, cistina, ou falta de citrato. Distúrbios metabólicos do ácido úrico ou da glândula paratireoide, alterações anatômicas ou obstrução das vias urinárias também podem dar origem aos cálculos.

 Tratamentos
Ao contrário da recomendação que se dava antigamente, durante as crises deve-se evitar beber muito líquido, pois eles podem pressionar ainda mais os rins e agravar as dores. O urologista indicará os medicamentos mais eficazes. Durante as crises, ele deve incluir analgésicos e anti-inflamatórios, a fim de amenizar as cólicas. Também são opções procedimentos endoscópicos ou a Litotripsia, que fragmenta o cálculo para eliminá-lo.